Drenagem Linfática


É indicada para eliminar a retenção de líquidos durante a gravidez, após cirurgia plástica, lesões e traumatismos nos músculos, tendões ou articulações, após a depilação em qualquer parte do corpo, com o uso do anticoncepcional ou outros medicamentos, como cortisona, durante o período menstrual, após qualquer cirurgia, em caso de celulite, devido ao consumo excessivo de sal e pouca ingestão de água.

Não se deve fazer a drenagem linfática em caso de câncer, especialmente no sistema linfático, pelo risco de metástase, quando há acne severa, graus 3 ou 4 porque pode piorar as lesões ou quando existem feridas abertas, porque podem infeccionar. Após a cirurgia plástica a técnica deve ser realizada após a liberação do cirurgião plástico. A drenagem linfática é muito confundida com a massagem modeladora pelos leigos em geral.

Benefícios:


  • Redução de edemas;
  • Combate a celulite ;

  • Grande aliado no processo de emagrecimento;
  • Remove os líquidos acumulados entre as células por meio de manobras que estimulam o sistema linfático;